Baixada Santista Seções Utilidade Pública

Baixada de Fato Serviço: Campanha de Multivacinação

Foto: Internet

Por Rose Lino.

Começou a campanha de multivacinação nas unidades de saúde dos municípios que compõem a Baixada Santista, que aderiram ao programa nacional do Ministério da Saúde. Entre as doenças que podem ser evitadas com as vacinas w a poliomielite, o sarampo e a meningite. É importante levar a carteirinha de vacinação.

A Campanha segue até o dia 30 de outubro. As crianças com idade até cinco anos devem receber a Sabin, vacina contra a poliomielite ou a chamada paralisia infantil. 

Mas pelo menos 14 tipos de vacinas que protegem contra 20 doenças diferentes estão disponíveis nos postos de saúde. A orientação é que crianças e adolescentes com idade até 15 anos compareçam para receber as doses.

Mesmo com a pandemia é preciso receber as vacinas para evitar outras doenças, mas a orientação é não descuidar do contágio do coronavírus e seguir as orientações de prevenção, como o uso de máscara, o distanciamento e a higienização correta das mãos.

Os agentes de saúde verificam na carteirinha, que é um documento sanitário, se há a falta de vacinas conforme cada faixa etária para completar a imunização.

Doenças como o sarampo só voltaram entre a população brasileira pela falta de vacinação, afirmam os especialistas. Doenças que, para muitos são consideradas normais da infância podem sim ter complicações graves, além disso, cada pessoa ajuda a não circular os vírus e não aumentar o contágio destas doenças.

Outras vacinas: BCG (tuberculose); rotavírus (diarreia); pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, Haemophilus influenza tipo b – Hib; pneumocócica; meningocócica; DTP; tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); HPV (previne o câncer de colo de útero e verrugas genitais); além das vacinas contra febre amarela, varicela e hepatite AMeningo ACWY, que protege contra meningite e infecções generalizadas, causadas pela bactéria meningococo dos tipos A, C, W e Y.

 

Neste momento de pandemia a vacinação contribui ainda para evitar que as pessoas doentes precisem, por exemplo de internação, evitando também a ida aos hospitais que ainda tratam cotidianamente dos pacientes com Covid-19.

 

Mais informações procure a unidade de saúde mais próxima da sua casa com a carteirinha de vacinação do seu filho. A prevenção é responsabilidade de todos, as vacinas são gratuitas e eficazes, testadas na população em anos anteriores.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *