Cidade Santos

Ex-deputada e vereadora Mariângela Duarte morre aos 74 anos

Ela lutava contra um câncer no pancreas e faleceu em sua residência. Mariângela deixa quatro filhos.

 

Por Reportagem Diário do Litoral
Ex-deputada estadual e vereadora em Santos pelo PT, Mariângela Duarte morreu nesta quinta-feira (21), em Santos. Ela lutava contra um câncer no pâncreas e faleceu em sua residência. Mariângela deixa quatro filhos. O prefeito Paulo Alexandre Barbosa decretou luto oficial na Cidade por três dias.

 

Biografia

Mariângela de Araújo Gama Duarte nasceu no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, no dia 3 de abril de 1946.

Transferindo-se para Santos (SP), graduou-se em letras pela Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 1973 e deu continuidade aos estudos fazendo especialização em teoria literária na mesma universidade em 1974-1975. Fez o mestrado em teoria literária em Mogi das Cruzes (SP) em 1979-1982, e uma pós-graduação na Universidade de São Paulo (USP) em 1984-1987. Foi professora da rede oficial do estado a partir de 1973 e fundadora e membro da Associação dos Professores do Ensino Oficial do Estado na Baixada Santista a partir de 1978. Professora da UniSantos de 1976 a 1998, presidiu também a Associação dos Docentes da UniSantos de 1984 a 1985.

Filiada desde 1979 ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), ingressou em 1986 no Partido dos Trabalhadores (PT) e nessa legenda foi eleita vereadora em Santos em 1988 e 1992. Foi líder da bancada do PT na Câmara Municipal de Santos entre 1991 e 1994. Nesse último ano elegeu-se deputada estadual, reelegendo-se em 1998. Na Assembleia Legislativa trabalhou pela aprovação da lei que autorizou a criação de uma universidade estadual em Santos, em oposição ao veto do governador Geraldo Alckmin, pela instituição do Código de Pesca do Estado e pela criação do Polo Tecnológico da Baixada Santista.

Em 2002 candidatou-se a deputada federal por São Paulo e obteve a primeira suplência da coligação PT-Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Assumiu o mandato de 4 de fevereiro de 2003 a 20 de julho de 2005, e em 6 de dezembro desse último ano foi efetivada na vaga aberta com a cassação do mandato de José Dirceu. Na Câmara dos Deputados defendeu pautas referentes à saúde, educação, geração de emprego, segurança pública e desenvolvimento científico, foi membro das comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, Estatuto da Mulher, Estatuto do Desporto, e Reforma do Judiciário, entre outras, e apresentou 16 projetos de lei, dos quais quatro foram encampados pelo governo e dois foram aprovados. Dos aprovados, um estabelecia uma política nacional de prevenção à hepatite e o outro incluía a temática afro-brasileira e indígena na educação.

Ao final da legislatura, em janeiro de 2007, deixou a Câmara dos Deputados. Descontente com os rumos do PT, ingressou no Partido Socialista Brasileiro (PSB) em setembro de 2007.

Por este partido, concorreu no pleito municipal de 2008 para a prefeitura de Santos, mas com 19 mil votos, não obteve êxito, ficando com a terceira colocação na disputa.

Nas eleições de Outubro de 2010, voltou a se candidatar, desta vez para deputada estadual. Ficou com a suplência.

Em janeiro de 2013, foi convidada e assumiu a Secretaria de Cultura de Guarujá.

Casou-se com Dario Gama Duarte e teve quatro filhos.

 

Fonte: Diário do Litoral

 

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *