Cidade Guarujá

Felipe, Ricardo e Gabriel criam aplicativo que ajuda no diagnóstico de doenças

Por Glauco Braga para o site Santos em off.  

Felipe Scarpitta Succi, de Guarujá; Ricardo Felipe Ferreira, de Valinhos; Gabriel Minoru Ikenaga, de São Pedro, reuniram-se em Campinas e tiveram um ideia que pode ajudar no diagnóstico de doenças. Eles criaram o LeukoCounter, que é um contador de leucócitos.

Leucócitos? Sim, eles também são conhecidos como glóbulos brancos, células responsáveis por defender o organismo contra infecções, doenças, alergia, gripes e resfriados, atuando sempre na imunidade de cada pessoa.

Os leucócitos são transportados no sangue e são utilizados quando um vírus, bactéria, ou qualquer organismo estranho entra no corpo humano. Aí, acontece a eliminação do “invasor” em uma futura doença.

O valor normal dos leucócitos é entre 4500 a 11000 leucócitos/mm³ de sangue nos adultos, mas ele pode ser alterado devido a situações como infecções, estresse ou AIDS etc.

Felipe Succi é graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Fatec-Santos; Ricardo estuda Física Médica e Gabriel estuda Matemática Aplicada, ambos na Unicamp. Os três vivem e trabalham juntos em Campinas.

Eles criaram o LeukoCounter é um contador diferencial de leucócitos. O aplicativo funciona da seguinte maneira: quando você faz exame de sangue, ele vai para uma máquina de hemograma. Quando há algo estranho, um biomédico (ou um profissional responsável) pega essa amostra e, com um microscópio, faz a contagem manualmente.

O aplicativo desenvolvido auxilia o profissional com a contagem manual disponível na AppStore. Essa versão já possui mais de 200 downloads em 19 países, grande parte deles dos Estados Unidos.

Com algumas fotos e usando Azure Custom Vision, o aplicativo faz a contagem dos leucócitos de forma automatizada, gerando um relatório completo e um pré-diagnóstico de possíveis doenças.

Como tudo está na nuvem, é necessário apenas um celular ou um computador para fazer o pré-diagnóstico em áreas remotas e também por um preço menor, sem equipamentos especializados.

O trio está participando da Imagine Cup (competição de inovação da Microsoft). Eles passaram para a final regional da América Latina, com o Leukocounter.

Para que eles ganhem um apoio maior da Microsoft, o trio precisa conseguir muitos tweets com as hashtags #imaginecup e #leukocounter juntas. Não custa nada, dê uma força.

A conferir.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *