Cidade Praia Grande

ONG Defesa e Cidadania da Mulher realiza lives de conscientização sobre o Outubro Rosa

O trabalho importante feito pela ONG só é possível por meio do voluntariado

Por Rose Lino

A Organização Não Governamental Defesa Cidadania da Mulher, com sede em Praia Grande-SP vai realizar lives pela Internet com profissionais de saúde para orientar as mulheres sobre a importância da prevenção do câncer de mama.

Além de alertar para o autoexame a ONG vai orientar sobre o direito à mamografia e a necessidade de ser fazer o exame todos os anos a partir de 40 anos de idade. As mulheres têm direito ao tratamento da doença nos serviços públicos de saúde disponibilizado pelo SUS. Mas é o diagnóstico precoce que vai possibilitar o sucesso do tratamento e procedimentos menos invasivos como a retirada das mamas.

Psicólogas vão conversar com as mulheres sobre como lidar com a doença e com os efeitos do tratamento que, em muitos casos envolve rádio e quimioterapia. “É uma fase em que a mulher precisa de muito apoio da família e do marido ou companheiro. Por isso quanto mais divulgarmos informações mais segura ela vai ficar para enfrentar a doença”, comentou a presidente da ONG Defesa e Cidadania da Mulher, Ana Silvia Passberg de Amorim.

 

A ONG Defesa e Cidadania da Mulher presta ajuda às famílias inclusive durante a pandemia

A ONG tem apoiado as famílias também durante a pandemia com a campanha e distribuição de kits de higiene, kits de limpeza e cestas básicas. A entidade existe desde 2005 e atua nas situações de vulnerabilidade e violência doméstica em casos específicos e ainda por meio do empoderamento feminino por meio da informação.

A conversa por meio da live na Internet vai acontecer no dia 16 de outubro, às 16h pelo Facebook, com a participação das voluntárias da ONG parceira Estrela da Mama, Márcia Regina dos Santos Duarte e Alina Trindade Maximiono e as psicólogas da ONG Defesa e Cidadania da Mulher, Monike Tombine Caputo e Josefa de Oliveira Silva. 

https://m.facebook.com/profile.php?id=574132175931345&ref=content_filter

 

O atendimento médico para o Outubro Rosa acontece nas unidades de saúde das cidades da Baixada Santista que as mulheres podem procurar para agendamento de consultas.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus a ONG tem feito trabalhos de forma remota e continuou assistindo a pelo menos 180 mulheres e suas famílias. Os voluntários disponibilizam apoio psicológico e social, além de cursos para possibilitar a geração de emprego e renda para as mulheres vítimas de violência.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (13) 3495-4913.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *