Colunistas Mauro Lopes

Saudades da CNBB

Por Mauro Lopes.
O Papa Francisco está sob cerco dos conservadores, que tentam derrubá-lo abertamente. Na América Latina, há quem tenha saído em defesa de Francisco. O Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM), a Cáritas Latino-Americana e a Arquidiocese de Medellín, por exemplo. Da CNBB, nada.
O maior líder católico brasileiro da história, Lula, é prisioneiro político. Padres e freiras têm estado na cadeia com ele. O Papa enviou um representante seu, mensagens de apoio e carinho e, por duas vezes, sua bênção. A CNBB, nada.
Que saudades da CNBB.
Tivemos dom Hélder Câmara, dom Luciano Mandes de Almeida, dom Aloísio Lorscheider.
Na linha de frente, dom Pedro Casaldáliga, dom Tomás Balduíno, dom Paulo Evaristo Arns, dom José Maria Pires, Dorothy Stang, tanta gente…
Que tragédia sobre a igreja Católica no Brasil.
O silêncio cúmplice, covarde.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *