Seções Soy Loco por Ti, América

Saúde Pública: Governo cubano inicia distribuição de pílulas para prevenir HIV

Medicamento é capaz de reduzir em mais de 90% o risco de contagio em pessoas expostas ao vírus

por VENTURA DE JESÚS Cárdenas (Matanzas) (Cuba) 

Em Cárdenas, no município de Matanzas, em Cuba, teve início, de maneira experimental, o uso da Profilaxia Pré-Exposição (conhecida como Prep por sua sigla em inglês), pílula que ajuda a prevenir o HIV em pessoas que não têm o vírus.

De acordo com especialistas, o medicamento é capaz de reduzir em mais de 90% o risco de contágio em pessoas com potencial de serem infectadas e que tomem o medicamento invariavelmente todos os dias.

Niura Pérez Castro, coordenadora do programa municipal de prevenção de ITS/VIH/AIDS e hepatite, explicou que a cartela é entregue, de maneira gratuita, às pessoas com conduta de risco, ou seja, que têm alta probabilidade de contrair a doença.

Trata-se de um projeto conjunto com a Organização Panamericana da Saúde e que em Cuba visa complementar os esforços desenvolvidos há anos na prevenção da infecção. “Nós consideramos uma terapia combinada com o objetivo essencial de mudar comportamentos de risco”, afirmou Pérez Castro.

Ela ressalta que apesar de os especialistas avaliarem positivamente a eficácia do medicamento, se recomenda paralelamente o uso da camisinha como método seguro para evitar o contágio e o risco de contrair outras doenças de transmissão sexual, como a sífilis, gonorreia e a herpes genital.

O plano piloto foi iniciado no último dia 6 de março e até a presente data 28 pessoas foram aprovadas para participar do projeto.

Em Cárdenas, um território com um crescimento populacional acelerado, vivem atualmente com HIV um total de 234 pessoas. Todos os anos, 30 novos casos são registrados.

Fonte: Ópera Mundi/ Revista Diálogos do Sul

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *